• Weverton Souza

Como desenvolver meu cosmético?

Provavelmente em algum momento você já se perguntou como funciona a fabricação de um produto de beleza ou de higiene pessoal nas indústrias e não soube a resposta? Ou acredita que a produção de um cosméticos exige um complexidade de processos muito grande?

Pois saiba que a confecção de um cosmético muitas vezes não é uma tarefa tão simples assim de se fazer, podendo envolver diversas etapas, mas que no fim geram um retorno imensurável para o cliente e para quem deseja o produto, por isso através deste post você entenderá como funcionam os processos de confecção de um produto através de 6 processos utilizados na maioria das empresas:



1º Processo de Claim:


O Claim consiste em uma pesquisa estratégica que visa entender qual caminho seguir durante as etapas de desenvolvimento de um novo produto, que são embasadas para a criação das informações complementares que estarão presentes nos rótulos das embalagens do produto, materiais de comunicação e pontos de vendas que iram agregar no produto final e nos seus benefícios para o consumidor, se destacando frente a concorrência no mercado.

Além disso neste processo pode ser feito mediante estratégias como os “Testes de Claim” que buscam avaliar se o produto final possui um valor objetivo, claro e atrativo ao consumido para que cumpra sua função final, através de testes de coleta de feedbacks de consumidores reais.


2 º Criação das Bases na formulação dos produtos:


A formulação da base de um cosmético consiste em uma das etapas mais importantes em todo o processo de desenvolvimento, pois através dela que ocorrerá a seleção dos princípios ativos e substâncias organolépticas. E neste processo os princípios ativos são responsáveis pela ação específica do cosmético e normalmente são as substâncias destacas nos rótulos contribuindo para o marketing do produto, e estando sua ação na formulação cosmética diretamente relacionada a sua estrutura química. Já as substâncias com propriedades organolépticas podem ser percebidas através do aroma, visão além da especificidade do produto com texturas distintas.


3º Formulação teórica do produto:


A terceira etapa de criação de um cosmético consiste no processo de formulação e retificação teórica das bases do produto, através de pesquisas científicas que buscam os principais princípios ativos a serem usados, Veículos e excipientes, além dos Componentes adjuvantes do cosméticos, de acordo com a idealização do cliente, e neste processo pode ser feito mediante empresas especializadas neste ramo, como a Terapêutica Jr.


4º Criação do protótipo:


Nesta etapa é realizado a prototipagem, que consiste na arte de transferir as ideias, até então no âmbito conceitual do produto, para a realidade, sendo realizado a produção em escala laboratorial, de pequenas quantidades do cosméticos, que são essenciais para no processo de entender as características do produto do produto para a empresa, além da determinação da formulação teórica mediante as exigências do cliente, diminuindo também, riscos relacionados a perda de matéria prima em investimento de produção em escala industrial caso a formulação do cosmético não atenda as necessidades do cliente


5º Testagem Laboratorial:


A testagem laboratorial consiste no penúltimo passo e nesta etapa é feita ensaios en vivo e in vitro, tanto em animais quando em humanos, e que são necessários para determinar a toxicidade de uma substância em relação ao tecido em contato, além dos graus de irritação, corrosão da pela e sensibilidade dérmica, determinado o potencial de uma substancia química em causar reações alérgicas ao organismo.


6 º Ajuste da formulação:


O ajuste da formulação é caracterizado como o ultimo passo de todo processo, e é realizado nele as modificações finais e adicionais, caso julgue necessário, do cosmético a ser formulado, seja acrescentando algum princípio ativo, excipiente ou componente adjuvantes, ou retirando.



Ainda não possui a formulação cosmética, e deseja criar seu próprio ? Entre em contato com a gente!


Confira outros posts relacionados ao assunto:

Vitaminas, Niacinamida ou Ácido Glicólico? Confuso, não!? Entenda a base para Formulação Cosmética.

Nanotecnologia: inovação revolucionária em cosméticos


Referências:


https://www.gov.br/anvisa/ptbr/acessoainformacao/perguntasfrequentes/cosmeticos/nomenclatura-de-ingredientes


http://siaibib01.univali.br/pdf/Cristiani%20Weiss,%20Felistin%20Hamad.pdf


https://www.animal-ethics.org/experimentacao-cosmeticos-produtos-domesticos/


https://www.farmajunior.com.br/cosmeticos/prototipagem-de-cosmeticos/


https://pharmaceuticajr.com.br/blog/o-que-e-prototipagem-e-qual-sua-importancia-para-cosmetologia/


https://www.farmajunior.com.br/cosmeticos/formulacao-cosmetica/


https://mindminers.com/blog/teste-de-claim/

https://www.terapeuticajr.com/post/vitaminas-niacinamida-ou-%C3%A1cido-glic%C3%B3lico-confuso-n%C3%A3o-entenda-a-base-para-formula%C3%A7%C3%A3o-cosm%C3%A9tica


19 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo