• Daniela Barbosa

Vitamina C nos holofotes! Por que ela é importante? Um diferencial para os cosméticos

Que o consumo de cosméticos tem crescido, e muito, com o passar dos anos não é novidade para ninguém. Entretanto, podemos dizer que a pandemia contribuiu bastante para acelerar este processo.


Segundo a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) no início de 2020, tivemos um aumento de 13,4% na procura de cosméticos antissinais, só nos primeiros 5 meses do ano. Além disso, a matéria ainda dá algumas dicas e indica algumas combinações de ativos para uso externo, como vitamina C e ácido hialurônico, por exemplo.


Uma coisa eu sei, se você encontrou esse artigo, muito provavelmente está procurando sobre como se cuidar melhor ou até sobre componentes para algum cosmético que você esteja idealizando.


Seja qual for, depois conta pra gente nos comentários como chegou aqui, o que acha?


moça mais madura, mais velha, idade mais avançada, com olhar sereno representando o cuidado com a pele, apresenta uma pele muito bem cuidada, skin care, creme, vitamina c, pele, cosmético

Indo então para a nossa conversa, iremos falar sobre como a referida e muito conhecida vitamina C pode ser um diferencial em uma fórmula cosmética, uma vez que traz diversos benefícios.


Bom, para que a gente entenda os benefícios, vamos entender antes porque ela é necessária.


A partir dos 20 anos, sem que se perceba, a pele começa a perder lentamente algumas propriedades de resistência e de auto regeneração. Esse processo é lento e irreversível, sendo distinto segundo o tipo de pele. As causas para esse envelhecimento estão relacionadas à idade, a fatores ambientais e ao modo de vida, como a exposição solar pelos raios ultravioletas ou pela presença de radicais livres, que são um dos principais causadores dessa perda de estrutura da pele.


Os radicais livres são compostos altamente reativos e instáveis e podem lesar os tecidos através de diversos mecanismos. Eles podem surgir como resultado do metabolismo normal, ou por fatores externos como vírus e bactérias, fumo, álcool, alimentação rica em gordura e por aí vai.


Como forma de combate aos radicais livres, o organismo possui mecanismos de defesa antioxidante endógenos, que neutralizam os radicais podendo reduzir ou evitar os danos provocados. Existem inúmeras substâncias antioxidantes, no entanto as de maior significância para o organismo humano são as vitaminas C e E. Com o passar do tempo, a capacidade de defesa do organismo vai diminuindo, deixando as células mais vulneráveis a esses ataques.


E é aí que a vitamina C entra!

vitamina c, laranja, fruta cítrica, cuidados com a pele, skin care, cosméticos, vitamina c, antioxidante, clareador, colágeno, ácido ascórbico

A vitamina C (ácido ascórbico) é uma substância existente em frutas cítricas e em vegetais, sendo também o antioxidante mais abundante presente na pele - inclusive, temos um artigo falando sobre a presença de frutas em cosméticos, caso queira dar uma olhada. Nós, seres humanos, no entanto, não a sintetizamos, ou seja, é necessário adquiri-la na dieta alimentar, porém, o transporte até a pele e a concentração da vitamina neste local são limitados. Para fim de suprir essa necessidade, é comum a utilização de produtos de aplicação tópica que contenham esse ativo.

Nas formulações cosméticas, a vitamina C atua como princípio ativo, combatendo os radicais livres que são gerados na pele. E os seus efeitos na inibição da melanogênese, na síntese do colágeno, bem como sua ação como antioxidante, ajudando a prevenir e a reverter principalmente o envelhecimento cutâneo, têm sido comprovados.


O interessante da vitamina C para os cosméticos é que ela apresenta-se como um sal hidrossolúvel, apresentando baixa penetração. Desta forma, na cosmetologia é utilizado como palmitato de ascorbila ou éster C (lipossolúvel), e ascorbosilane C. Além disso, a concentração usual de vitamina C em cosméticos varia de 5% a 15%, sendo que a maior eficácia é obtida com no mínimo 10%.

A busca por cuidados adequados, aliada à utilização de produtos cosméticos contendo antioxidantes e aminoácidos para proteger e nutrir a pele, mantendo assim seu aspecto saudável com o passar do tempo, vem se tornando uma prática cada vez mais frequente.


E você, depois de tudo isso, quer acompanhar outros conteúdos sobre cosméticos? Então nos siga nas nossas redes sociais! Quer desenvolver ou aprimorar alguma fórmula cosmética? Nos mande uma mensagem!



Abraço e até a próxima!

Daniela Barbosa.



REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

1. ABIHPEC (2008) Panorama do Setor Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, ABIHPEC - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, 04 de dezembro de 2020, disponível em www.abihpec.org.br, acessado em 26 de Julho de 2021.

2. KB Dalcin, SR Schaffazick, SS Guterres. Vitamina c e seus derivados em produtos dermatológicos: aplicações e estabilidade. Caderno de Farmácia 19(2):69-79, 2003.

3. COSSETIM, T. L. Et al. Uso de vitamina C em cosméticos. Disponível em: https://home.unicruz.edu.br/seminario/anais/anais-2015/XX%20SEMIN%C3%81RIO%20INTERINSTITUCIONAL%202015%20-%20ANAIS/Graduacao/Graduacao%20-%20Resumo%20Expandido%20-%20Ciencias%20Biologicas%20e%20da%20Saude/USO%20DE%20VITAMINA%20C%20EM%20COSMETICOS.pdf. Ano de Publicação: 2015. Acesso em 26 de julho de 2021.

4. MANGELA, Talicia.Benefícios da Vitamina C na pele. ENEFÍCIOS DA VITAMINA C NA PELE. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer – Jandaia-GO, v.18 n.35; p. 41-55, março, 2021.

5. GUIMARÃES, Mylena. APLICAÇÕES CLÍNICAS DA VITAMINA C: UMA BREVE REVISÃO. Revista Científica Semana Acadêmica. Fortaleza, ano MMXXI, Nº. 000206, 31/03/2021. Disponível em: https://semanaacademica.com.br/artigo/aplicacoes-clinicas-da-vitamina-c-uma-breve-revisao. Acesso em 27 de julho de 2021.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Contate-nos

Obrigado pelo envio!

Universidade de Brasília Brasília DF Brazil

©2021 by Terapêutica Jr.. Proudly created with Wix.com