• Weverton Souza

Você sabe o Grau do seu Cosmético?

Muitas vezes utilizamos produtos de beleza ou cosméticos para ações localizadas na pele sem entender os risco que podem estar causando a nossa saúde, sejam através de reações alérgicas, erupções na pele ou até mesmo, variando desde ações de hipersensibilidade leve a um processo anafilático ou até uma intoxicação letal, devido a exposição as inúmeras substâncias químicas presentes em suas composição.


Neste âmbito traz-se a necessidade da classificação dos cosméticos, seja em relação ao meio de uso, a formulação teórica do produto, e até mesmo área de aplicação, que mediante ao avanços tecnológico da área cosmetologia, vem ganhando inúmeras inovações e adições de componentes químicos, tanto de origem animal quanto vegetal, gerando as mais distintas funções que podem exercer.


Você conhece as principais classificações existentes?


Para abranger todo este universo a ANVISA classifica os cosméticos em duas categorias sendo: Cosméticos de Grau 1 e Grau 2, constituindo tanto produtos de higiene pessoal, perfumes e cremes para pele, assegurando sua eficácia por meio de testes laboratoriais.


Classificação de cosméticos de Grau 1:


Os cosméticos de grau 1 são formados por produtos que não precisam de comprovação científica ou testes laboratoriais para comprovação de sua eficácia a princípio, e nem informações detalhadas em seus rótulos sobre o modo de uso ou restrições. Dessa forma, engloba produtos que possuem propriedades básicas e sem efeitos ou elementos adicionais.


Dentre esses produtos podem ser citados:

  • Colônias

  • Maquiagens (exceto com ações fotoprotetoras)

  • Cremes, loções corporais ( exceto com ações fotoprotetoras)

  • Sabonetes ( com exceção de antissépticos ou esfoliastes químicos)

  • Condicionadores e shampoos ( exceto com ação anti-caspa e anti-queda)


Classificação de cosméticos de Grau 2:


Já os cosméticos de Grau 2 são constituídos por produtos que necessitam de comprovação científica quando a sua eficácia e segurança, ou possuem alguma indicação específica que precisem de cuidados adicionais como modos de uso ou restrições, podendo ter efeitos colaterais quando ocorre o uso inadequado do produto. Dessa forma, engloba dentro desta categoria os seguintes produtos:

  • Clareador de pele

  • Colônias, condicionar, bronzeador e fixador de cabelo infantil

  • Condicionador anti-caspa e com função anti-queda

  • Depilatórios químicos

  • Enxaguatório bucal anti-séptico

  • Produtos para alisar ou tingir os cabelos


Por que existe esta classificação?


Esta classificação é necessária pois evita de ocorrerem efeitos adversos e indesejados do produtos, por conta da sua formulação, finalidade do uso e até área de aplicação do cosmético no corpo. Portanto, os produtos de grau 1, por serem mais complexos, não possuem toda a complexidade de processos, documentações e análises laboratoriais a que os produtos de Grau 2 são submetidos.


Neste sentido, o processo de regulação para cosméticos de grau 1 tende a ser muito mais simples e de fácil obtenção em comparação aos de grau 2. Porém, mesmo em ambos os casos, todas as constituições e composições das substâncias químicas presentes nos cosméticos, devem possuir autorização pela ANVISA, necessitando de análises laboratoriais afim de assegurar um produto de alta qualidade.



E aí? Gostou de saber um pouco mais sobre o seu cosmético e a importância da classificação dele? Conta pra gente nos comentários!



Quer criar um cosmético do zero e não sabe por onde começar ? A Terapêutica Jr. pode te ajudar, basta entrar em contato com a gente!


Referências:


https://www.gov.br/anvisa/pt-br/acessoainformacao/perguntasfrequentes/cosmeticos/ conceitos-e-definicoes.


https://crfce.org.br/2018/03/07/novo-anticoagulante-oral-e-aprovado-no-brasil/?option=com_content&view=article&id=499%3Acosmeticos-e-itens-de-higiene-ocultam-ingredientes-que-podem-prejudicar-a-saude&catid=2&Itemid=2127


https://crfce.org.br/2018/03/07/novo-anticoagulante-oral-e-aprovado-no-brasil/?option=com_content&view=article&id=499%3Acosmeticos-e-itens-de-higiene-ocultam-ingredientes-que-podem-prejudicar-a-saude&catid=2&Itemid=2127







26 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo